Como migrar bases de dados SQL Server?

De Wiki
Ir para: navegação, pesquisa

Diagrama de Atividades

Mgrsql01.jpg

Script para Cópia de Logins

Este script deve ser executado no servidor de origem para coletar os logins e senhas de todos usuários do Banco de Dados. A saída desse script será em uma PROCEDURE contendo o CREATE LOGIN para cada usuário.

1. Abra uma janela de execução de Query;
Mgrsql02.jpg


2. Copie e cole o script abaixo na janela de instruções e o execute;
USE master
GO
IF OBJECT_ID ('sp_hexadecimal') IS NOT NULL
  DROP PROCEDURE sp_hexadecimal
GO
CREATE PROCEDURE sp_hexadecimal
    @binvalue varbinary(256),
    @hexvalue varchar (514) OUTPUT
AS
DECLARE @charvalue varchar (514)
DECLARE @i int
DECLARE @length int
DECLARE @hexstring char(16)
SELECT @charvalue = '0x'
SELECT @i = 1
SELECT @length = DATALENGTH (@binvalue)
SELECT @hexstring = '0123456789ABCDEF'
WHILE (@i <= @length)
BEGIN
  DECLARE @tempint int
  DECLARE @firstint int
  DECLARE @secondint int
  SELECT @tempint = CONVERT(int, SUBSTRING(@binvalue,@i,1))
  SELECT @firstint = FLOOR(@tempint/16)
  SELECT @secondint = @tempint - (@firstint*16)
  SELECT @charvalue = @charvalue +
    SUBSTRING(@hexstring, @firstint+1, 1) +
    SUBSTRING(@hexstring, @secondint+1, 1)
  SELECT @i = @i + 1
END

SELECT @hexvalue = @charvalue
GO
 
IF OBJECT_ID ('sp_help_revlogin') IS NOT NULL
  DROP PROCEDURE sp_help_revlogin
GO
CREATE PROCEDURE sp_help_revlogin @login_name sysname = NULL AS
DECLARE @name sysname
DECLARE @type varchar (1)
DECLARE @hasaccess int
DECLARE @denylogin int
DECLARE @is_disabled int
DECLARE @PWD_varbinary  varbinary (256)
DECLARE @PWD_string  varchar (514)
DECLARE @SID_varbinary varbinary (85)
DECLARE @SID_string varchar (514)
DECLARE @tmpstr  varchar (1024)
DECLARE @is_policy_checked varchar (3)
DECLARE @is_expiration_checked varchar (3)

DECLARE @defaultdb sysname
 
IF (@login_name IS NULL)
  DECLARE login_curs CURSOR FOR

      SELECT p.sid, p.name, p.type, p.is_disabled, p.default_database_name, l.hasaccess, l.denylogin FROM 
sys.server_principals p LEFT JOIN sys.syslogins l
      ON ( l.name = p.name ) WHERE p.type IN ( 'S', 'G', 'U' ) AND p.name <> 'sa'
ELSE
  DECLARE login_curs CURSOR FOR


      SELECT p.sid, p.name, p.type, p.is_disabled, p.default_database_name, l.hasaccess, l.denylogin FROM 
sys.server_principals p LEFT JOIN sys.syslogins l
      ON ( l.name = p.name ) WHERE p.type IN ( 'S', 'G', 'U' ) AND p.name = @login_name
OPEN login_curs

FETCH NEXT FROM login_curs INTO @SID_varbinary, @name, @type, @is_disabled, @defaultdb, @hasaccess, @denylogin
IF (@@fetch_status = -1)
BEGIN
  PRINT 'No login(s) found.'
  CLOSE login_curs
  DEALLOCATE login_curs
  RETURN -1
END
SET @tmpstr = '/* sp_help_revlogin script '
PRINT @tmpstr
SET @tmpstr = '** Generated ' + CONVERT (varchar, GETDATE()) + ' on ' + @@SERVERNAME + ' */'
PRINT @tmpstr
PRINT 
WHILE (@@fetch_status <> -1)
BEGIN
  IF (@@fetch_status <> -2)
  BEGIN
    PRINT 
    SET @tmpstr = '-- Login: ' + @name
    PRINT @tmpstr
    IF (@type IN ( 'G', 'U'))
    BEGIN -- NT authenticated account/group

      SET @tmpstr = 'CREATE LOGIN ' + QUOTENAME( @name ) + ' FROM WINDOWS WITH DEFAULT_DATABASE = [' + @defaultdb + ']'
    END
    ELSE BEGIN -- SQL Server authentication
        -- obtain password and sid
            SET @PWD_varbinary = CAST( LOGINPROPERTY( @name, 'PasswordHash' ) AS varbinary (256) )
        EXEC sp_hexadecimal @PWD_varbinary, @PWD_string OUT
        EXEC sp_hexadecimal @SID_varbinary,@SID_string OUT
 
        -- obtain password policy state

       SELECT @is_policy_checked = CASE is_policy_checked WHEN 1 THEN 'ON' WHEN 0 THEN 'OFF' ELSE NULL END FROM sys.sql_logins WHERE name = @name
        SELECT @is_expiration_checked = CASE is_expiration_checked WHEN 1 THEN 'ON' WHEN 0 THEN 'OFF' ELSE NULL END FROM sys.sql_logins WHERE name = @name
             SET @tmpstr = 'CREATE LOGIN ' + QUOTENAME( @name ) + ' WITH PASSWORD = ' + @PWD_string + ' HASHED, SID = ' + @SID_string + ', DEFAULT_DATABASE = [' + @defaultdb + ']'
         IF ( @is_policy_checked IS NOT NULL )
        BEGIN
          SET @tmpstr = @tmpstr + ', CHECK_POLICY = ' + @is_policy_checked
        END
        IF ( @is_expiration_checked IS NOT NULL )
        BEGIN
          SET @tmpstr = @tmpstr + ', CHECK_EXPIRATION = ' + @is_expiration_checked
        END
    END
    IF (@denylogin = 1)
    BEGIN -- login is denied access
      SET @tmpstr = @tmpstr + '; DENY CONNECT SQL TO ' + QUOTENAME( @name )
    END
    ELSE IF (@hasaccess = 0)
    BEGIN -- login exists but does not have access
      SET @tmpstr = @tmpstr + '; REVOKE CONNECT SQL TO ' + QUOTENAME( @name )
    END
    IF (@is_disabled = 1)
    BEGIN -- login is disabled
      SET @tmpstr = @tmpstr + '; ALTER LOGIN ' + QUOTENAME( @name ) + ' DISABLE'
    END
    PRINT @tmpstr
  END
  FETCH NEXT FROM login_curs INTO @SID_varbinary, @name, @type, @is_disabled, @defaultdb, @hasaccess, @denylogin
   END
CLOSE login_curs
DEALLOCATE login_curs
RETURN 0
GO 


3. Abra uma nova janela de execução do Query e execute a procedure abaixo;
exec sp_help_revlogin


4. Copie o resultado obtido com a execução da procedure;
Mgrsql03.jpg

Referência: Microsoft

Migração para testes

A migração para testes não causa indisponibilidade, pois é realizado o backup das bases de dados, transferência dos arquivo .BAK e restore da base de dados no servidor de destino.

Criar arquivo de backup

1. Acesse o Microsoft SQL Server Manegement Studio;


2. Clique com o botão direito sobre a base de dados a ser criada o backup e, em seguida, clique em “Tasks” e em “Back Up...”;
Mgrsql04.jpg


3. Clique em “Add” e selecione o diretório que deseja realizar o Backup.
NOTA: Recomenda-se salvar o arquivo .BAK no diretório MSSQL.1/MSSQL/Backup, mapeado no passo Como configurar um compartilhamento de rede?.
Mgrsql005.jpg

Transferência do arquivo .BAK

É possível transferir os arquivos .BAK para o servidor de destino via FTP ou via Como configurar um compartilhamento de rede?.

Caso os servidores estejam em redes distintas, é necessário contratar uma VLAN adicional para permitir a comunicação.

NOTA: Se o seu servidor não for um Cloud Flex, entre em contato com nossa equipe através dos Canais de Atendimento.

Restauração da base de dados

Siga o procedimento abaixo para restaurar a base de dados a partir do arquivo .BAK criado e transferido:

1. No servidor de destino, clique com o botão direito do mouse sobre “Databases” e, em seguida, em “Restore Database”;
Mgrsql006.jpg


2. Selecione a opção “From device” e clique no botão “...”;
Mgrsql07.jpg


3. Clique em “Add”;
Mgrsql08.jpg


4. Selecione o arquivo .BAK referente à base de dados e clique em “OK”;
Mgrsql09.jpg


5. Selecione o arquivo a ser restaurado, especifique a base de dados de destino e clique em “OK”;
Mgrsql10.jpg

Create logins

O CREATE LOGIN obtido no passo “Script para cópia de Logins” deverá ser executado para cada usuário das bases de dados.

Mapeamento - Vínculo Usuário/Login

1. Verifique se o usuário da base está vinculado a ela em “User Mapping”, seguindo o caminho abaixo;

Security > Botão direito no login > Properties > User Mapping > Verificar se a Database, User e Default Schema são do mesmo Login

Caso o vínculo do usuário da base esteja DIFERENTE do exemplo abaixo, execute o passo a seguir:

Mgrsql11.jpg


2. Outra maneira de verificar o vínculo do usuário da base é seguindo o caminho abaixo:

Expandir database > Security > Users > Botão direito no User > Properties > Verificar se Login name, Default Schema e Owned Schemas condiz com o usuário da base de dados, conforme abaixo:

Vincular login com user

Caso o create login não seja bem sucedido, execute o script abaixo para vincular o login copiado com o usuário do banco de dados:

use base_de_dados
EXEC sp_change_users_login 'report'
EXEC sp_change_users_login 'Auto_Fix', 'base_de_dados'

Migração definitiva

A migração definitiva contempla desligar a base de dados no servidor de origem, transferir os arquivos .mdf e .ldf para o servidor de destino e ativar as bases de dados.

Este procedimento causa um período de indisponibilidade, pois é necessário manter a base de dados offline para a transferência de arquivos.

Detach

No servidor de origem, realizar DETACH das bases de dados:

1. Clique com o botão direito na base de dados, clique em “Tasks” e, em seguida, clique no botão “Detach...”;
Mgrsql012.jpg

Transferência de arquivos mdf e ldf

É possível transferir os arquivos mdf e ldf para o servidor de destino via FTP ou Como configurar um compartilhamento de rede?.

Caso os servidores estejam em redes distintas, é necessário contratar uma VLAN adicional para permitir a comunicação.

NOTA: Se o seu servidor não for um Cloud Flex, entre em contato com nossa equipe através dos Canais de Atendimento.

Attach

No servidor de destino, realizar ATTACH das bases de dados informando o arquivo MDF que foi salvo no passo anterior;

1. Clicar com o botão direito do mouse em “Databases” e, em seguida, em “Attach”;
Mgrsql13.jpg


2. Clique em “Add”;
Mgrsql014.jpg


3. Selecionar o arquivo MDF e, em seguida, clique em “OK”;
Mgrsql15.jpg

Create logins

O CREATE LOGIN obtido no passo “Script para cópia de Logins” deverá ser executado para cada usuário das bases de dados.

Mapeamento - Vínculo Usuário/Login

1. Verifique se o usuário da base está vinculado a ela em “User Mapping”, seguindo o caminho abaixo;

Security > Botão direito no login > Properties > User Mapping > Verificar se a Database, User e Default Schema são do mesmo Login;

Caso o vínculo do usuário da base NÃO esteja conforme abaixo, execute o passo a seguir para vincular o usuário:

Mgrsql16.jpg


2. Outra maneira de verificar o vínculo do usuário da base é seguindo o caminho abaixo:

Expandir database > Security > Users > Botão direito no User > Properties > Verificar se Login name, Default Schema e Owned Schemas condiz com o usuário da base de dados, conforme abaixo:

Mgrsql11.jpg

Vincular login com user

Caso o create login não seja bem sucedido, execute o script abaixo para vincular o login copiado com o usuário do banco de dados:

use base_de_dados
EXEC sp_change_users_login 'report'
EXEC sp_change_users_login 'Auto_Fix', 'base_de_dados'


Apontamento DNS

Após realizar os testes e migrar definitivamente as bases de dados, é necessário realizar o apontamento das aplicações para o novo servidor através do IP ou realizar a alteração DNS do host do banco de dados para o novo IP.